COMUNICAÇÃO DO MUNDO WEB

blackfriday1.png

Prepare-se para explodir de vendas na Black Friday

Aproveitar datas especiais e fazer promoções é sempre uma alternativa para atrair novos clientes, retomar o contato com antigos consumidores e aumentar as vendas. A propósito, você sabe quando é a Black Friday em 2016? Se deseja uma fatia do faturamento gerado por esse grande evento, precisa começar a se preparar agora mesmo.

Quando é a Black Friday em 2016

Anote aí: a Black Friday de 2016 ocorre no dia 25 de novembro, uma sexta-feira. E essa edição do evento traz grandes expectativas de vendas. Para se ter uma ideia, o faturamento em 2015 foi 76% superior ao ano anterior, totalizando R$ 1,5 bilhão negociados no período.

É preciso considerar que os dados, apurados pela ClearSale, são restritos aos participantes oficiais da ação na internet. Ou seja, tem muito mais gente faturando bem nesse dia. Mesmo que você não tenha uma loja virtual ou ainda que atue no ramo de prestação de serviços, pode aproveitar a data para colocar em prática algumas ideias para vender mais.

A promoção foi criada nos Estados Unidos, onde abrange todo o comércio. Por aqui, teve a sua primeira edição em 2010 e traz preços até 80% mais baixos para produtos de diferentes segmentos, como eletrônicos, eletrodomésticos e vestuário. Bom para o consumidor e também para as empresas, que podem melhorar o desempenho nas vendas e abrir espaço no estoque.

blackfriday2

Como se preparar para a Black Friday

Quer participar da Black Friday? Então, não pode mais perder tempo: você tem menos de 30 dias para elaborar uma estratégia de vendas. Para ajudá-lo, confira 17 etapas que não podem ficar de fora de seu planejamento. As dicas integram cartilha criada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP):

  1. Decida se irá participar no ponto físico, na loja virtual ou em ambos.
  2. Selecione os produtos que serão alvo da ação.
  3. Na loja virtual, garanta com seu parceiro tecnológico condições para se manter online, preparado para os picos de acesso.
  4. Identifique quais são os produtos mais desejados pelo seu perfil de cliente.
  5. Negocie parcerias com fornecedores para garantir que sua margem de lucro não seja afetada pelos descontos concedidos.
  6. Conheça seus custos para garantir a viabilidade da sua participação no evento, definindo preços que não coloquem em risco a saúde financeira da empresa.
  7. Priorize produtos com menos saída no estoque, levantando recursos para as compras de Natal.
  8. Estabeleça uma faixa de descontos para cada categoria de produtos.
  9. Não tente enganar o consumidor com falsas promoções ou descontos irrisórios.
  10. Use a data também para aumentar a carteira de clientes, pensando no seu potencial no longo prazo.
  11. Aproveite a mídia espontânea gerada pelo evento, pois seu cliente deve procurá-lo para saber se há alguma oferta.
  12. Oriente a equipe a trocar na loja física também produtos comprados no ambiente virtual, caso participe com promoções nos dois espaços.
  13. Torne clara e visível ao consumidor a sua política de trocas.
  14. Obedeça no comércio eletrônico o prazo legal de sete dias de arrependimento após a aquisição de um produto.
  15. Cultive boas práticas para deixar seu cliente satisfeito.
  16. Prometa prazos de entregas viáveis. Melhor estender a previsão inicial do que deixar de cumprir o prometido.
  17. Garanta a concretização da venda ao ter mais de uma adquirente (empresa que efetua a transação nas vendas no cartão).

blackfriday3

Como vender mais na Black Friday

Ainda que a sua empresa esteja bem preparada, aproveitar a Black Friday para vender mais depende de boas práticas. Muitas vezes, há pequenos detalhes que fazem toda a diferença para garantir melhores resultados. Vamos falar mais sobre eles.

Aja com transparência

Uma reclamação comum de consumidores envolve lojas que, dias antes da promoção, elevam os valores para que o desconto concedido na Black Friday pareça maior. Essa desonestidade é um tiro no pé. Em vez de gerar mais vendas, enganar o cliente irá afastá-lo, contribuindo para a construção de uma imagem negativa da sua empresa.

Integre processos

A sinergia entre as áreas de vendas e de estoque precisa ser total. Especialmente na loja física, só devem ser anunciados produtos disponíveis para entrega imediata. Se, por falta de controle e comunicação, for oferecido ao cliente algo que ele não pode levar para casa, a insatisfação será inevitável. Use as informações sobre mercadorias remanescentes como chamariz para as vendas.

Foque no bom atendimento

Ser bem-sucedido em uma promoção como a Black Friday exige medidas diferentes. Você e sua equipe devem estar sob constante treinamento, mas tenha a consciência de que esse é um evento único e requer reforço na qualificação. Não há espaço para erros que irão deixar o cliente descontente. Muitas vezes, será a primeira experiência dele com a sua empresa – não o desaponte.

Vá além do preço

Os descontos são o principal atrativo da promoção, mas seu concorrente também estará oferecendo preços baixos. Experimente se diferenciar de outras formas, agregando benefícios à compra, como sorteios, cursos relacionados aos produtos, vendas adicionais (do tipo “leve 3 e pague 2”), cartão fidelidade, garantia extra gratuita, degustação, animação e teatralização, além de horário de atendimento estendido.

Explore a vitrine

A razão para um cliente escolher a sua loja e não a do concorrente ao lado pode estar no modelo de vitrine escolhido – ou no layout da loja virtual. O aspecto visual e seu papel na conquista do consumidor são muito relevantes para serem ignorados. Ser criativo é o mínimo. Cuide da iluminação, monte o espaço para se comunicar com o público e seja eficiente para despertar o desejo de consumo.

Use as redes sociais

Essa dica é válida para quem vende na loja física e na virtual. Seja para divulgar ofertas, atender clientes ou cultivar um relacionamento a partir dessa interação, as ferramentas estão aí para lhe ajudar. Na Black Friday, é preciso qualificar o seu uso, operando em tempo real, compartilhando boas experiências e solucionando possíveis queixas antes que se propaguem.

Black Friday no setor de serviços

Não é por que uma promoção é tradicionalmente voltada ao comércio varejista que ela precisa ficar restrita a ele. A partir dessa ideia, se você é um prestador de serviços, pode aproveitar a data também para aumentar as vendas.

Boa parte das dicas citadas ao longo deste artigo se aplicam à sua empresa. O segredo do sucesso é ser criativo e oferecer ao cliente algo que ele não encontrará no concorrente. São exemplos de ofertas possíveis no setor de serviços:

  1. Uma consultoria pode oferecer um percentual de descontos para contratos fechados naquele dia ou semana
  2. Um restaurante pode oferecer uma refeição grátis para quem vier acompanhado
  3. Uma agência de turismo pode vender pacotes com um dia extra grátis no destino escolhido
  4. Uma academia de ginástica pode dar desconto ou isentar a taxa de matrícula para novos alunos.
  5. Quem define a oferta é você, mas não se esqueça da necessidade de se preparar bem para essa promoção. Não ofereça nada que comprometa as finanças da empresa ou que não possa ser cumprido depois. As ações devem ser planejadas para reverter em benefício do negócio e não gerar insatisfação sobre ele.

blackfriday4

Venda mais você também

Você viu neste artigo que a Black Friday vem aí, abrindo a possibilidade de o seu negócio faturar mais. Com um bom planejamento, mesmo micro e pequenas empresas podem colher vantagens na promoção. Estude a melhor forma de participar, aposte nos seus diferenciais e conquiste os clientes.

Escrito por Ricardo Okino do Conta Azul
Adaptado por WDK Digital
Agência WDKPrepare-se para explodir de vendas na Black Friday
Compartihar este post

Comentar

Posts Relacionados