COMUNICAÇÃO DO MUNDO WEB

img.jpg

Quanto devo investir em marketing?

Você provavelmente já ouviu aquela máxima “propaganda é a alma do negócio” certo? Pois bem, ela retrata o peso que o marketing tem para um negócio, e a importância que o empreendedor dá a ele.

Pequenos negócios sempre possuem inúmeros desafios, e definitivamente, alocar o investimento adequado em marketing é um deles. Se você tem um pequeno negócio e já disse ou pensou em algo como “quando meu negócio estiver mais estabilizado, vou investir mais em propaganda” ou “meu negócio é muito pequeno para poder gastar verba com marketing”, você pode estar pensando de forma equivocada.

O primeiro desafio enfrentado quando se pensa em trabalhar o marketing é ter “verba disponível”. Com tantos custos fixos, impostos e imprevistos, ter essa verba disponível pode parecer impossível, mas não é. Tudo é uma questão de ponto de vista. Como milhares de outros pequenos empreendedores você pode pensar em marketing como um “gasto”, e logo, algo opcional ou um luxo, mas pode também passar a enxergá-lo como um “investimento” que faz parte de sua estratégia de negócio. O grande problema é que muita gente não sabe diferenciar uma coisa da outra, e para piorar, medir o retorno sobre o investimento realizado nem sempre é tão simples.

POR QUE ALGUNS EMPRESÁRIOS ENXERGAM GASTOS E OUTROS INVESTIMENTOS?

A visão enquanto “gasto” em marketing, muitas vezes, está relacionado a experiências negativas em que a verba alocada não trouxe ganhos financeiros ou de fortalecimento da marca, e mesmo em longo prazo, não gerou um retorno satisfatório. Isso configurou um “mau investimento” e inibiu novas iniciativas. Ou mesmo sem o empresário ter tido esta experiência, existe um receio dado que a disponibilidade financeira de pequenas empresas costuma ser limitada, e as ações devem ser muito certeiras, causando esta distorção de visão.

A visão enquanto “investimento” em marketing está relacionado a experiências com alocação de verba no curto prazo que acarretaram em lucros tanto imediatos como a prazo e/ou fortalecimento da marca. Normalmente quem tem essa visão já tem definido em seu orçamento que parte de seu faturamento é destinado para marketing, e esse investimento não se trata de ação isolada, e sim, parte importante de sua estratégia de negócio.

Um investimento de marketing pode ser algo tão simples como a impressão de cartões de visitas novos, renovação da fachada e disposição dos produtos na vitrine. E também ao que costumamos relacionar mais diretamente com a propaganda externa, como anúncios em redes sociais e google.

img2

Mas quanto mesmo minha empresa deveria investir em marketing?

Como quase tudo no mundo dos negócios: depende. Depende do momento de seu negócio (crescimento x retração), conhecimento e percepção da marca pelo público, se há novidades a serem informadas, se a concorrência está incomodando, etc.

Mas para não te deixar frustrado, sem ter um parâmetro mais concreto, a maior parte dos estudos em administração aponta algo entre 3 a 10% do faturamento bruto previsto de seu negócio. Isto mesmo, não estamos falando em % sobre o lucro, mas sim, sobre o faturamento bruto. Se o seu negócio prevê faturar R$ 10.000,00 no próximo mês, por exemplo, deveria estar investindo algo entre R$ 300,00 à R$ 1.000,00 no mês anterior, diretamente em marketing. E isto independente se os negócios vão bem ou mal. Pois é, e se o negócio vai mal e tem falta de clientes mesmo com esse investimento, imagine então o cenário sem investimentos em marketing? Primeiramente, é preciso avaliar é claro, se o seu negócio não tem outros problemas como infraestrutura, um atendimento deficitário, se você tem problemas com os produtos e serviços oferecidos, preço superior ao da concorrência, entre outros, mas negligenciar o marketing nunca é uma boa saída.

Se você enxerga marketing como um gasto e, ainda por cima, a verba de marketing é a primeira a ser cortada do orçamento se o negócio precisa economizar, saiba que o concorrente provavelmente não estará fazendo o mesmo.

Se o seu negócio está bem estabelecido no mercado, um investimento entre 3 a 5% já estaria razoável. Agora, se você tem um pequeno negócio que acabou de abrir, há quem diga que os investimentos devem ser mais agressivos – algo entre 10 a 20% do faturamento previsto, pois você é um entrante no mercado e deve comunicar a sua existência. Existe muito empreendedor de primeira viagem gastar tudo o que tinha, montando um restaurante lindo, com mobiliário e utensílios de primeira linha e depois não ter como ou relutar para investir qualquer tostão com marketing, até mesmo em uma logo e um simples cartão de visitas. A pressa começa a ser maior demais para retornar o investimento realizado, fazendo com o que o empresário enxergue o investimento como um gasto. Uma pena, mas uma história muito comum que se repete várias e várias vezes mundo afora.

Não tenha esse pensamento! Separe uma % viável para o seu negócio e invista em marketing. Porém não em qualquer um. Seja cauteloso, e lembre-se de que o barato sai caro.

inbound-marketing-realmente-funciona-4-razoes-para-voce-pensar-a-respeito

Fonte: Fidelizii
Adaptado por Agência WDK Digital
RedatorQuanto devo investir em marketing?
Compartihar este post

Comentar

Posts Relacionados